Resistência a leptina e obesidade.


resistência leptina

A leptina é um hormônio responsável por nossa saciedade, é ela quem sinaliza para o nosso cérebro que precisamos parar de comer. Ela é produzida por nossas células de gordura e a medida que essa reserva cresce, também aumenta a produção desse hormônio.


Usando o raciocínio lógico de acordo com esse ponto de vista, engordar não é tão ruim, afinal vou aumentar a produção de leptina, reduzir minha fome e consequentemente irei emagrecer.


Entretanto na prática não é bem assim que acontece, a medida que aumentamos a produção de leptina e o aumento de sua chegada no núcleo arqueado no cérebro, causa uma resistência a leptina, reduzindo seu efeito sobre a saciedade. Talvez isso explique porque pessoas obesas conseguem comer um grande volume de comida e ainda assim não conseguem ficar saciados.


Uma boa estratégia para melhorar a ação da leptina e começar a comer devagar, pois logo após o inicio da refeição ocorrem diversas reações enzimáticas que envolve a produção e o trasporte da leptina para o núcleo arqueado. Até a lepitina chegar ao núcleo arqueado tem um hiato de tempo, e comer devagar preenche essa lacuna de tempo entre a produção e trasporte e consequentemente a ação da leptina sera muito maior.

Posts Em Destaque