TEACRINA.

teacrina.

BENEFICIOS

Teacrina é um suplemento nutricional que atua aumentando a produção de energia e reduzindo a fadiga, o que melhora a performance, a motivação, humor e a memória, através da regulação dos níveis de neurotransmissores cerebrais, como dopamina e adenosina.


A teacrina é uma pequena molécula alcaloide que pode ser vista como uma versão modificada estruturalmente da cafeína. É o extrato primário da planta de chá cultivada Camellia assamica var. kucha, e pode ser encontrada em outras fontes naturais, como o próprio café e frutas exóticas, como cupuaçu. Recentemente, foi estudado como um ingrediente que pode ter vários usos terapêuticos e medicinais. A sua suplementação é teorizada por melhorar o estado de humor, aumentar a produção de energia, aumentar o foco mental e fortalecer a motivação.


MECANISMO DE AÇÃO

Da mesma forma que a cafeína, o produto age suprimindo os receptores de adenosina no corpo, diminuindo a sensação de cansaço e fadiga. Além disso, ele age sobre os receptores de dopamina, o que promove maior sensação de prazer durante a rotina. A cafeína, que muito utilizada como pré-treino, pode causar taquicardia, fadiga e intolerância. Já a teacrina não produz nenhum efeito colateral e não possui contra indicação. Seu efeito de aumento de energia pode durar até 6 horas, podendo variar de acordo com cada organismo.


Adenosina A adenosina é um nucleosídeo, formado pela união de uma base nitrogenada purínica (adenina) e uma ribose. É uma purina endógena sintetizada da degradação de aminoácidos como a metionina, treonina, vanilina e isoleucina. A adenosina desempenha um papel importante na bioquímica, tais como transferência de energia, colabora em vias de sinalização intracelular e, no SNC, atua modulando a liberação de neurotransmissores, plasticidade sináptica, neuroproteção em eventos isquêmicos e hipóxia, ou nos casos de estresse oxidativo.


Através da inibição dos receptores de adenosina, a teacrina promove sensação de relaxamento, diminui sensação de fadiga e cansaço. Dopamina Os receptores de dopamina, ao se ligarem à teacrina, ativam a enzima adenilato ciclase, aumentando assim a síntese de adenosina monofosfato cíclico (AMPc). Essa substância exerce efeito ativador sobre muitas reações químicas intracelulares, o que faz com que a célula aumente suas atividades funcionais específicas. Dessa forma, promove um melhor desempenho no esporte, potencializa os níveis de energia, o humor e a motivação, pelo aumento da disponibilidade de dopamina no organismo.

POSOLOGIA

O uso da Teacrina é indicado na dose entre 50 a 100mg, não devendo ultrapassar a dose de 200 mg, tomando com água cerca de 30 minutos antes do treino ou da situação desejada. O efeito desta substância dura entre 4 e 6 horas, tendo efeitos no organismo bem mais duradouros que a cafeína, que costuma agir por um período entre 1 a 2 horas.


Posts Em Destaque