VITAMINA K


VITAMINA K

Vitamina K


As vitaminas K são um grupo de vitaminas lipossolúveis. Entre as duas principais (K1 e K2), é a K1 (fitomenadiona) que normalmente recebe mais atenção. Ela é encontrada em vegetais verdes escuros, e tem um papel importante na manutenção da coagulação sanguínea. Felizmente, é bastante fácil de obter níveis suficientes através da dieta.


A vitamina K1 é encontrada em alimentos de origem vegetal, a k2 é produzida pela nossa flora intestinal e a k3 é produzida em laboratório. Esta última versão é utilizada nos suplementos e é bem absorvida pelo organismo. A vitamina K é essencial para o organismo. Ela ajuda na coagulação sanguínea, contribui para a saúde dos ossos e pode ser utilizada em bebês prematuros.


Vitamina K2, Vitamina D e Cálcio:


Se você está fazendo uso de suplementação de cálcio e vitamina D3, mas está com deficiente da vitamina K2, você pode estar piorando as coisas, de acordo com recente metanálise ligando o cálcio aos ataques cardíacos.


Sabemos que a vitamina D desempenha um importante papel na absorção de cálcio promovendo uma melhora significativa nos ossos. Porém, as novas evidências indicam que é a vitamina K2 que direciona o cálcio para ser absorvido pelo esqueleto, evitando que esse cálcio se deposite em locais inapropriados, tais como nas articulações (artroses), nas artérias (aterosclerose) e nos órgãos (cálculo vesicular, cálculo renal, catarata).


Além disso, A vitamina K2 ativa uma proteína chamada osteocalcina, produzida pelos osteoblastos, que por sua vez é necessária para a assimilação do cálcio na matriz óssea. A osteocalcina evita ainda que o cálcio se deposite nas artérias.


Quando o nosso corpo sofre qualquer tipo de lesão ou agressão, a resposta se dá por meio da reação inflamatória pelo cálcio no tecido lesado. Se isto ocorre nos vasos sanguíneos, é um sinal de que a doença arterial coronariana está se manifestando de maneira imperceptível, o que significa que há placa se formando na artéria, um problema que pode desencadear um ataque cardíaco.


Interações:


As vitaminas A, E, D e K são lipossolúveis, por isso, quando qualquer uma delas é absorvida em grandes quantidades, pode atrapalhar a absorção das outras. Além disso, a vitamina K em excesso pode interferir no efeito de medicamento anticoagulantes. Existe a possibilidade desta vitamina em grandes quantidades interagir com medicamentos anticonvulsivos.


Fontes de vitamina K:


A vitamina K pode ser encontrada em diferentes alimentos. Boas fontes dela são o brócolis, couve-flor, o agrião, a rúcula, o repolho, o nabo, a alface, o espinafre e outros vegetais verdes. É preciso ingerir apenas 50 gramas destes vegetais para ter a quantidade diária recomendada de vitamina K. Os óleos vegetais, como o azeite, também contam com o nutriente. As oleaginosas, o abacate, o ovo e o fígado também possuem boas quantidades de vitamina K.



Outros Problemas Causados pela Falta de Vitamina K2:


Além do problema do cálcio acima, estudos recentes mostram que a deficiência de vitamina K2 nos deixa vulnerável a várias doenças crônicas:

  • Calcificação Inadequadas variadas (ex: pedra nos rins)

  • Osteoporose

  • Doença cardíaca

  • Ataque cardíaco e AVC

  • Doenças cerebrais

  • Câncer


Quantidade recomendada de vitamina K:


Para adultos a orientação é não passar de 25 mg dia, no caso de mulheres que amamentam é orientação é até 10 mg dia. Entre crianças a conta é um micrograma para cada quilo de peso.



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square