OS BENEFÍCIOS DA CANELA!


OS BENEFÍCIOS DA CANELA!

Canela:


De origem asiática, a canela esconde uma série de benefícios ao nosso organismo. A despretensiosa especiaria é extraída da casca interna da árvore conhecida cientificamente como cinnamomum.


Ela ajuda a prevenir e combater o diabetes, controlando os níveis de açúcar no sangue e aumentando a sensibilidade à insulina. Esta especiaria originária da Ásia, mais precisamente do Sri Lanka, também contribui para o emagrecimento por ter uma ação termogênica. Estudos apontam que a canela ajuda a diminuir o colesterol total e o ruim, LDL, e também os níveis de triglicérides.


Esse tempero é rico em mucilagem, cumarina e tanino, o que lhe confere propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, antibacterianas, antivirais, antifúngicas, antiespasmódicas, anestésicas e probióticas, estimulando as defesas do organismo e proporcionando diversos benefícios para a saúde.


Nutrientes da canela:


A canela possui boas quantidades de cromo, nutriente responsável pelo efeito de melhora na sensibilidade à insulina e no controle glicêmico, fazendo com que o nutriente beneficie pessoas com diabetes.


A especiaria também conta com o polifenol MHCP que pode melhorar a ação da insulina nas células, contribuindo para regularizar os níveis de glicose no sangue. Isto faz com que o nutriente seja interessante para o controle do diabetes tipo 2.


Além disso, a canela é rica em compostos fenólicos que possuem uma atividade antioxidante, ou seja, neutralizam os radicais livres e podem assim prevenir o envelhecimento precoce, doenças degenerativas como o Alzheimer e tumores.


A canela também tem uma ação anti-inflamatória devido ao cariofileno, nutriente que integra sua composição. Isto faz com que o consumo da especiaria seja indicado para quem sofre com problemas inflamatórios, entre eles a obesidade.


Benefícios da canela:


  1. Ajudar a controlar a diabetes porque melhora a utilização do açúcar;

  2. Melhorar transtornos digestivos como gases, problemas espasmódicos e para tratar a diarreia devido ao seu efeito antibacteriano, antiespasmódico e anti-inflamatório;

  3. Combater as infeções das vias respiratórias pois tem um efeito secante nas mucosas e é um expectorante natural;

  4. Diminuir a fadiga e melhorar o estado de ânimo porque aumenta a resistência ao estresse;

  5. Ajudar a combater o colesterol pela presença de antioxidantes;

  6. Ajuda na digestão, principalmente quando misturada ao mel porque o mel tem enzimas que facilitam a digestão e a canela efeito antibacteriano, antiespasmódico e anti-inflamatório;

  7. Diminui o apetite pois é rica em fibras;

  8. Reduz o acúmulo de gordura porque melhora a sensibilidade dos tecidos à ação da insulina;

  9. Melhora o contato íntimo porque é afrodisíaco e melhora a circulação sanguínea, aumentando a sensibilidade e o prazer, o que também favorece o contato sexual.

  10. Ajuda a diminuir a pressão arterial devido às suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes que ajudam a relaxar os vasos sanguíneos.











Como consumir a canela:


Não há diferenças nutricionais entre a ingestão da canela em pó ou em pau. Esta especiaria pode ser consumida polvilhada sobre frutas, legumes e carnes e também pode ser incluída em chás e sucos. O alimento também fica muito bem polvilhado sobre doces, como arroz doce, cural de milho e mingau de aveia, entre outros.


Combinando a canela:


Canela + gengibre: Esta combinação é poderosa para quem está resfriado ou quer prevenir o problema. A canela estimula o sistema imunológico e o gengibre possui ação anti-inflamatória que ajuda a lidar com infecções no trato respiratório e tosse. A dupla também potencializa o gasto energético no organismo, pois assim como a canela o gengibre também é um alimento termogênico que ajuda a acelerar o metabolismo.


Contraindicações:


O consumo da canela, tanto polvilhada quanto na forma de chá, não é indicado para as gestantes em qualquer fase da gravidez. Isto porque a especiaria pode aumentar as contrações uterinas, elevando o risco de aborto. O alimento também não é interessante para lactentes e bebês.

Pessoas com hipertensão devem consultar o médico sobre o consumo da canela. Isto porque alguns profissionais da área da saúde defendem que a especiaria pode elevar a pressão arterial, agravando a doença e outros problemas.


Riscos do consumo em excesso:


Em pessoas saudáveis o consumo em excesso da canela, além dos seis gramas máximos recomendados, pode levar a intoxicação, irritação das mucosas e do intestino, alteração dos batimentos cardíacos, úlcera e alergias.


Quantidade recomendada de canela:


Boa parte das pesquisas realizadas com canela foram com uma quantidade que variou entre 1 e 6 gramas, o equivalente a meia ou até uma colher de chá, ao dia. Como estes valores mudam muito, é interessante consultar um médico ou nutricionista sobre a melhor porção do alimento para cada pessoa.

Tags:

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo